Pular para o conteúdo principal

Chupeta sim!

O uso de chupeta costuma causar polêmica entre mães e especialistas da área de saúde. Para mim, é uma ótima solução, defendo mesmo o uso, e sabe por quê? 

1. A chupeta acalma o bebê. Uso no trocador minha bebê não gosta de ficar lá, às vezes na hora de dormir, quando ela está um pouquinho mais irritada, e após a furadinha das vacinas.
2. É ótima para dar remedinhos, pingando gotinhas na parte que vai à boca ou mesmo para mantê-los na boca.
3. Dizem que deixa a criança dentuça, mas eu, por exemplo, fui a bebê lá de casa que mais demorou para se desapegar (deixei aos cinco anos!!!) e também a única das três que não teve esse problema na arcada dentária. E fala a verdade! Quem a gente conhece que nunca usou aparelho ortodôntico? Se não foi por esse problema, foi por outro.
4. Por falar em desapego, muita gente diz que essa é a parte complicada (acho que depende de cada criança e da forma como a mãe vai fazer isso), mas a vida da gente é feita de desapegos, né? As crianças aprendem desde cedo!
5. Muitos bebês não chupam chupeta e acabam chupando o dedo, hábito muito mais difícil de eliminar.
6. Uma coisa que muita gente não sabe: a sucção ajuda a aliviar a dor dos bebês, porque relaxa. É legal o uso no período das cólicas.
7O bebê não vai ficar 24 horas com a chupeta na boca! Quando não quiser, ele mesmo vai tratar de cuspi-la!

Foto: Daniel Queiroz (o papai)
Cuidados:

1. A chupeta deve sempre estar bem higienizada (lavada e esterilizada).Guarde sempre em caixinhas próprias para isso.
2.  Faça a troca se notar que a chupeta está velha (gasta ou grudenta).
3. É necessário escolher um modelo ortodôntico e adequado à idade do bebê (instrução nas embalagens). Eu amo as da NUK (www.nuk.com.br). O retorno das mães sobre ela costuma ser positivo. Minha filha pegou sem dificuldade. Detalhe: a criança pode não pegar a chupeta logo nas primeiras tentativas. Acho que vale insistir ou mudar a marca da chupeta. E acho que vai ter bebê que não vai querer mesmo...
4.   Não faça o uso banal da chupeta. Não a transforme em um vício... 
5. Tente acabar com o hábito de chupar chupeta antes de o bebê completar um ano. A necessidade de sucção é maior nos primeiros meses de vida. Com o tempo o bebê passa a se interessar pela exploração de outros sentidos e você pode aproveitar essa fase para o desapego.   
6.  Compre três chupetas. Acho um bom número. Se a criança se adaptar, você terá reserva (vale a pena usar o prendedor em casa também, porque o chão parece um ímã para chupeta), e se não se adaptar, você não terá investido muito em algo que vai ficar encostado no canto. Já temos tantos gastos, né?

Alguma mamãe aí tem opinião formada sobre isso?

Comentários

  1. Concordo com você Indy! Pra esse caso a melhor especialista é a experiência!
    Eu usei chupeta até por volta de 1 ano de idade. Não sou dentuça e nunca usei aparelho ortodôntico.
    Não quis dar pra Enzo. Então quando vi que ele estava descobrindo o polegar tentei a chupeta. Mas aí já era tarde demais. Resultado - acabou chupando o dedo!
    Agora quero dar pra minha Bia, mas ela não aceita! 😓

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muita gente que é contra poderia evitar alguns estresses com essa solução tão simples que é a chupeta. Não é necessário fazer "drama" com isso. Obrigada por passar por aqui e deixar comentários! bj!!!

      Excluir
  2. Pois é... meu pequeno Theo tem 10 meses e usa desde a UTINEO, tentei tirar e com aproximadamente 4 meses, vinha o dedinho para a boca... e voltei com a chupeta e ele aceita sem problemas, usa para dormir e poucas vezes ao dia, mas vira e mexe eu vejo meu pequeno com o dedinho na boca, se ele tiver que chupar algo, prefiro a chupeta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que cabe à mãe decidir pelo uso, pois cada criança é uma criança, com necessidades específicas. Falam dos malefícios da chupeta, que prejudica a fala e a arcada dentária, mas acho que se usada sem exagero é um ótimo recurso. Sei de casos de adultos que ainda chupavam dedo por conta do hábito de infância e quando tiveram filhos não pensaram duas vezes; elegeram a chupeta! rs Obrigada pelo comentário! Volte sempre! bj

      Excluir
  3. Aconselhar o uso de algo que comprovadamente contribui para o desmame precoce num país em que a média de amamentação é de 54 DIAS, sendo que a OMS recomenda não só a amamentação até no mínimo 2 anos mas tb não introduzir bicos artificiais para não prejudicar o processo é, no mínimo, falta de responsabilidade. Aprofunde sua pesquisa e se baseie em artigos científicos com amostras populacionais significativas. Sua experiência pessoal, embora válida, não tem representatividade estatística o suficiente para fazer as afirmações que você fez. Se você quer que seu blog seja levado a sério, esse não é o caminho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por deixar seu comentário, querida. Dou valor às experiências individuais e acredito na relatividade das coisas. Sei de casos de crianças que usaram chupeta desde a maternidade e mamaram por até mais de três anos, assim como sei de crianças que não aceitaram a chupeta e também não mamaram. Um abraço.

      Excluir

Postar um comentário

Que bom ter a sua participação! Volte sempre!

Postagens mais visitadas deste blog

Dezesseis dicas para ajudar o bebê a dormir melhor

Uma das coisas que deixam qualquer mãe muito cansada (e até estressada) é o sono intranquilo ou irregular do bebê. Na verdade, é impossível criar uma receita infalível e adaptável a todos os casos, pensando em fazer a criança dormir melhor. Os bebezinhos, como nós, são pessoas (!), com suas dificuldades, manias, vontades e particularidades. Para tentar ajudar quem está passando por essa fase de noites mal dormidas, vou listar alguns truques simples, todos testados com minha filha e com bons resultados. Anote aí!

1. No início, o bebê tende a trocar o dia pela noite. Assim, desde que ele nasce, é bom ensinar o que é dia e o que é noite. Durante o dia ele deve cochilar com a luz natural e acostumado com todos os sons da rotina da casa. Já à noite, defina um horário, escureça o quarto (pode ser parcialmente, se preferir) e diminua o volume. Fiz isso com minha filha, definindo o game over às 20h. Coincidentemente ou não, é o horário que ela dorme diariamente até hoje (ela tem 10 meses).
2. O…

Campanha Lave as Mãos para Pegar no Bebê!

Atenção, mamãe! Não ligue se a sua visita (gente da família ou não) torcer o nariz por "precisar" lavar as mãos para pegar no seu bebê. Percebi que, especialmente, as pessoas mais velhas apresentam maior resistência a esse tipo de pedido, acham frescura. Passar álcool em gel depois da lavagem das mãos? Colocar uma fraldinha em cima da roupa para carregar o bebê? Piorou ainda... E qual o seu papel nessa hora? Ser firme e zelar pela saúde do seu filho! 
Você sabia que existe o Dia Mundial da Higienização das Mãos? Pois é! Todo 05 de maio as campanhas se intensificam, lembrando que o simples ato de lavar as mãos previne doenças como infecção nos olhos, infecção estomacal e respiratória, gripes, resfriados, diarreia, doenças de pele, dor de garganta, infecção no ouvido e erupções na pele. Segundo a UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância) - instituição da ONU (Organização das Nações Unidas) - e a OMS (Organização Mundial da Saúde), é possível reduzir em até 40% a incidênc…

Fotos do seu filho que você não deve postar nas redes sociais

Está rolando nesta semana uma brincadeira nas redes sociais chamada "Desafio da Maternidade". Trata-se de uma corrente em que as mães marcam outras dez grandes mães, assim por elas consideradas, em suas linhas do tempo do Facebook para que cada uma poste três fotos de momentos que foram marcantes para elas no quesito "ser mãe". O assunto gerou um pouco de polêmica e até há uma suspeita de que a tal corrente tenha sido criada por um grupo de pedófilos para a "coleção" de novas fotos de crianças e divulgação dessas imagens em sites "indevidos". Boato ou não, a questão é que cada mãe toma sua própria decisão sobre postar ou não as fotos dos seus filhos nas redes sociais. Bem, a ideia deste texto é apenas orientar as mamães sobre que tipos de fotos dos pequenos nunca postar. 


1. Não poste fotos do seu filho nu - Não interessa se na imagem ele está tomando banho, trocando a fraldinha, ou experimentando uma roupa nova. Os pedófilos gostam de procurar f…