Pular para o conteúdo principal

Diário do bebê - Eu falei ovo!

Mamãe ficou muito feliz essa semana. Ligou para o papai e mandou foto pelo zap zap para as minhas titias, vovôs, vovós, e amigos dela, pra contar que sentei sozinha pela primeira vez! Tô procurando o meu equilíbrio e às vezes caio para o lado, mas é legal assistir o meu desenho sentadinha, dou até risada quando ele começa a passar.  

Também gosto bastante de colocar os pés na boca; sair do banho enroladinha na toalha (a mamãe fica me apertando naquele quentinho e eu adoro!); pular no colo das pessoas; dormir de bruços (quando a mamãe me tira eu reclamo!); colocar a linguinha pra fora e fazer beicinho; receber visitas; e de brincar com a mamãe de esconder e aparecer. Ah! Estou quase engatinhando! Fico na posição certinha, só que é difícil sair do lugar! Aí eu me lanço pra frente e bato a boquinha na cama. Preciso urgente de um tapete emborrachado!

Foto: Ingrid Dragone
Agora falo um monte de coisas diferentes! Fico testando os sons. Vovó Tatá me viu falando ovo (sem querer, claro) e se acabou de rir com a mamãe. Essa mãe... Ela ri de todas as bobagens que eu faço! Até da minha brincadeira com os potinhos de plástico da cozinha.

Além das vacinas que tomei na perninha, só uma coisa não foi boa esses dias. Estranhei duas pessoas da família, mas a mamãe me tranquilizou e depois eu acostumei. Não sei o motivo, porque vou para o colo de todo mundo e não reclamo. Deve ser porque eu já estou com sete meses, mais espertinha.

E por falar nisso, com essa idade também estou ficando mais dengosa. Amo receber os beijos e amassadas da mamãe. Ela fica satisfeita e eu dou gargalhadas. Vou até ali agora, porque ela tá querendo cheirar meu pescoço e apertar minhas perninhas.  

*texto inspirado em minha filha

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dezesseis dicas para ajudar o bebê a dormir melhor

Uma das coisas que deixam qualquer mãe muito cansada (e até estressada) é o sono intranquilo ou irregular do bebê. Na verdade, é impossível criar uma receita infalível e adaptável a todos os casos, pensando em fazer a criança dormir melhor. Os bebezinhos, como nós, são pessoas (!), com suas dificuldades, manias, vontades e particularidades. Para tentar ajudar quem está passando por essa fase de noites mal dormidas, vou listar alguns truques simples, todos testados com minha filha e com bons resultados. Anote aí!

1. No início, o bebê tende a trocar o dia pela noite. Assim, desde que ele nasce, é bom ensinar o que é dia e o que é noite. Durante o dia ele deve cochilar com a luz natural e acostumado com todos os sons da rotina da casa. Já à noite, defina um horário, escureça o quarto (pode ser parcialmente, se preferir) e diminua o volume. Fiz isso com minha filha, definindo o game over às 20h. Coincidentemente ou não, é o horário que ela dorme diariamente até hoje (ela tem 10 meses).
2. O…

Campanha Lave as Mãos para Pegar no Bebê!

Atenção, mamãe! Não ligue se a sua visita (gente da família ou não) torcer o nariz por "precisar" lavar as mãos para pegar no seu bebê. Percebi que, especialmente, as pessoas mais velhas apresentam maior resistência a esse tipo de pedido, acham frescura. Passar álcool em gel depois da lavagem das mãos? Colocar uma fraldinha em cima da roupa para carregar o bebê? Piorou ainda... E qual o seu papel nessa hora? Ser firme e zelar pela saúde do seu filho! 
Você sabia que existe o Dia Mundial da Higienização das Mãos? Pois é! Todo 05 de maio as campanhas se intensificam, lembrando que o simples ato de lavar as mãos previne doenças como infecção nos olhos, infecção estomacal e respiratória, gripes, resfriados, diarreia, doenças de pele, dor de garganta, infecção no ouvido e erupções na pele. Segundo a UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância) - instituição da ONU (Organização das Nações Unidas) - e a OMS (Organização Mundial da Saúde), é possível reduzir em até 40% a incidênc…

Fotos do seu filho que você não deve postar nas redes sociais

Está rolando nesta semana uma brincadeira nas redes sociais chamada "Desafio da Maternidade". Trata-se de uma corrente em que as mães marcam outras dez grandes mães, assim por elas consideradas, em suas linhas do tempo do Facebook para que cada uma poste três fotos de momentos que foram marcantes para elas no quesito "ser mãe". O assunto gerou um pouco de polêmica e até há uma suspeita de que a tal corrente tenha sido criada por um grupo de pedófilos para a "coleção" de novas fotos de crianças e divulgação dessas imagens em sites "indevidos". Boato ou não, a questão é que cada mãe toma sua própria decisão sobre postar ou não as fotos dos seus filhos nas redes sociais. Bem, a ideia deste texto é apenas orientar as mamães sobre que tipos de fotos dos pequenos nunca postar. 


1. Não poste fotos do seu filho nu - Não interessa se na imagem ele está tomando banho, trocando a fraldinha, ou experimentando uma roupa nova. Os pedófilos gostam de procurar f…