Pular para o conteúdo principal

Dez dicas para a compra do enxoval do bebê

Mãe é boba mesmo, viu? Na hora de comprar o enxoval do bebê, se não tomar cuidado, leva a loja inteira! Vamos combinar que tem muita coisa fofa e a gente fica mais derretida nesse período... Bem, para ajudar a "controlar" os impulsos de quem ainda vai fazer as compras dos sonhos, trago algumas dicas legais. Anote aí!

1. Pergunte às amigas se elas têm uma lista, acho que as coisas já testadas funcionam melhor. Se não conseguir, pegue listas na internet ou em lojas especializadas e faça uma triagem com a ajuda de quem já teve filho, assim você elimina artigos desnecessários. Eu, por exemplo, peguei uma lista que tinha a indicação de compra de cinco fronhas para almofada de amamentação. Exagero!!!

2. Se não quiser gastar muito de uma vez, deixe para depois os itens que serão usados futuramente, como pratinhos, talheres, cadeirinha de alimentação...

3. Pretende ter outro filho em breve? Aproveite as compras duas vezes, fazendo um enxoval unissex. Compre carrinho, banheira, cadeira de alimentação, cercadinho e bolsa, por exemplo, nas cores marrom e bege. Outra cor coringa é, obviamente, o branco. Se for roupinha, compre nos tons de azul marinho, amarelo e verde. Itens de alimentação também podem ser nessas cores e ainda na cor laranja.

4. É bom testar algumas coisas antes de comprar em grande quantidade, como chupetas, bicos de mamadeira e fraldas. Depende muito da adaptação do bebê.

5. Se você se sentir à vontade, faça um chá de fraldas. 

Tenho paixão por sapatinhos! Foto: Ingrid Dragone

6. Quando seu bebê ganhar presentes e você não curtir, faça o esforço de trocar por algo que ele vai usar mais. Sabemos que quando o bebê nasce é meio complicado sair, mas você pode pedir para o papai ou as titias irem até as lojas pra você. Peça que tirem fotos dos produtos e mandem pelo zap zap para você definir a troca. 

7. Não exagere na quantidade de roupas. Algumas delas serão usadas apenas uma vez, principalmente as mais arrumadinhas. Sei que a gente se empolga, mas os bebês perdem rapidamente as peças. E lembre que, por outro lado, eles costumam sujar roupinhas demais. Converse com outras mães e terá uma noção de como adequar a sua lista. Eu, por exemplo, gostei bastante de usar macacão longo. Ele não aperta a barriga do bebê (o que provoca gases), como as calças, além de ser super prático na hora das trocas de fralda, e ainda evita a perda de tantas meias.

8. A necessidade de eletrônicos e brinquedos mega tecnológicos deve ser avaliada. Nesse quesito, o que é considerado indispensável para uma amiga pode não ser para você. O que sempre aconselho é a aquisição da babá eletrônica, de preferência com visão noturna.  

9. Observe a qualidade dos tecidos. Não adianta comprar mais baratinho e em grande quantidade e depois ver as peças ficando deformadas e cheias de bolinhas. Evite gastar duas vezes! Além disso, compre as roupas de acordo com o clima. Se seu bebê vai nascer no verão de Salvador, não adianta comprar macacões de veludo, casaquinhos de lã e gorros, por mais lindos que sejam.

10. Não tenha vergonha de herdar algumas coisas. Se alguém te oferecer, você gostar, e estiver em bom estado, aproveite!


Gostou das dicas? Aproveite essa fase! É uma delícia fazer o enxoval do bebê!


Instagram: @ingriddragone

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dezesseis dicas para ajudar o bebê a dormir melhor

Uma das coisas que deixam qualquer mãe muito cansada (e até estressada) é o sono intranquilo ou irregular do bebê. Na verdade, é impossível criar uma receita infalível e adaptável a todos os casos, pensando em fazer a criança dormir melhor. Os bebezinhos, como nós, são pessoas (!), com suas dificuldades, manias, vontades e particularidades. Para tentar ajudar quem está passando por essa fase de noites mal dormidas, vou listar alguns truques simples, todos testados com minha filha e com bons resultados. Anote aí!

1. No início, o bebê tende a trocar o dia pela noite. Assim, desde que ele nasce, é bom ensinar o que é dia e o que é noite. Durante o dia ele deve cochilar com a luz natural e acostumado com todos os sons da rotina da casa. Já à noite, defina um horário, escureça o quarto (pode ser parcialmente, se preferir) e diminua o volume. Fiz isso com minha filha, definindo o game over às 20h. Coincidentemente ou não, é o horário que ela dorme diariamente até hoje (ela tem 10 meses).
2. O…

Campanha Lave as Mãos para Pegar no Bebê!

Atenção, mamãe! Não ligue se a sua visita (gente da família ou não) torcer o nariz por "precisar" lavar as mãos para pegar no seu bebê. Percebi que, especialmente, as pessoas mais velhas apresentam maior resistência a esse tipo de pedido, acham frescura. Passar álcool em gel depois da lavagem das mãos? Colocar uma fraldinha em cima da roupa para carregar o bebê? Piorou ainda... E qual o seu papel nessa hora? Ser firme e zelar pela saúde do seu filho! 
Você sabia que existe o Dia Mundial da Higienização das Mãos? Pois é! Todo 05 de maio as campanhas se intensificam, lembrando que o simples ato de lavar as mãos previne doenças como infecção nos olhos, infecção estomacal e respiratória, gripes, resfriados, diarreia, doenças de pele, dor de garganta, infecção no ouvido e erupções na pele. Segundo a UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância) - instituição da ONU (Organização das Nações Unidas) - e a OMS (Organização Mundial da Saúde), é possível reduzir em até 40% a incidênc…

Fotos do seu filho que você não deve postar nas redes sociais

Está rolando nesta semana uma brincadeira nas redes sociais chamada "Desafio da Maternidade". Trata-se de uma corrente em que as mães marcam outras dez grandes mães, assim por elas consideradas, em suas linhas do tempo do Facebook para que cada uma poste três fotos de momentos que foram marcantes para elas no quesito "ser mãe". O assunto gerou um pouco de polêmica e até há uma suspeita de que a tal corrente tenha sido criada por um grupo de pedófilos para a "coleção" de novas fotos de crianças e divulgação dessas imagens em sites "indevidos". Boato ou não, a questão é que cada mãe toma sua própria decisão sobre postar ou não as fotos dos seus filhos nas redes sociais. Bem, a ideia deste texto é apenas orientar as mamães sobre que tipos de fotos dos pequenos nunca postar. 


1. Não poste fotos do seu filho nu - Não interessa se na imagem ele está tomando banho, trocando a fraldinha, ou experimentando uma roupa nova. Os pedófilos gostam de procurar f…