dia a dia

Diário do bebê - aprendi a palavra mágica!

09:57

Mamã! Mamã! Mamã! Quando eu falo essa palavrinha, ela vem me ajudar. Pode ser pra sair do cercadinho, pra dormir (às vezes quero muito e não consigo sozinha), ou até pra ganhar um denguinho. Sei que a mamãe fica toda derretida, até porque, diferente da maioria dos bebês, aprendi a chamar por ela antes de falar papai. Acho que a mamãe já percebeu a minha esperteza com a palavra mágica e, de vez em quando, ao invés de fazer logo o que eu quero, ela conversa comigo e deixa eu me resolver sozinha. 

Nessa fase, com oito meses, apareço com novidades todos os dias! Aprendi a "fazer bichinho" com a mamãe, mas só faço quando estou irritada (e ela ri de mim!); estou engatinhando desde o mês passado, mas agora estou bem rapidinha, principalmente quando quero pegar algo que tá longe e me interessa bastante (normalmente algum objeto que a mamãe não me deu pra brincar); amo receber massagens nas perninhas; e há alguns dias fiquei em pé sozinha no bercinho (mamãe comemorou tanto! tirou fotos e mandou pro papai e para as minhas titias e avós). 

Foto: Ingrid Dragone

Ah! Meus dois dentinhos de baixo já estão de fora! A mamãe tá toda feliz, porque não tive febre, diarreia, e não fiquei sem comer por causa disso. Claro que dá uma coceirinha. Mordo os meus bonequinhos com força pra passar.

E por falar em comer, gosto quando a mamãe serve a minha sopinha ou uma frutinha, sempre cantando pra mim ou fazendo aviãozinho. É um momento legal! Olho bem nos olhos dela, sorrio pra ela, e ainda tem a parte divertida de ficar passando a minha mãozinha na comida que cai do pratinho.

Estou bem treinadinha na hora de comer e estou sendo treinada para dormir sozinha de noite. A mamãe me coloca no berço às 8h, ora comigo (agradecemos pela sopinha, pelo papai e a mamãe, pedimos que Papai do Céu proteja a família e cuide do meu soninho), e depois ela sai do quarto. Fico pererecando até pegar no sono. Gosto dessa rotina! 

Outra coisa que eu amo é dormir de macaquinha, agarradinha de ladinho na cintura da mamãe. Ela me coloca nessa posição e eu já fico toda aconchegada, com cara de dengo, ouvindo o coração dela. Ela fica dançando com uma música calminha, eu começo a fechar os olhinhos, minha cabecinha vai inclinando pra frente e acabo por sonhar no colo quentinho dela. 

Sinto que eu e a mamãe estamos cada vez mais apaixonadas uma pela outra. Seremos muito amigas. Somos ligadinhas e ela me conhece bem. Sabe do que eu gosto, do que preciso, e me enche de carinho.


*texto inspirado em minha filha. 


Instagram: @ingriddragone

You Might Also Like

0 comentários

Que bom ter a sua participação! Volte sempre!

Like us on Facebook