Pular para o conteúdo principal

Batalha de Fraldinhas e Outras Dicas

Mamãe/gravidinha, hoje trago para você uma comparação entre as fraldinhas que já experimentei com minha bebê. Coloquei em jogo modelos das marcas Huggies (Turma da Mônica) e Pampers. Vamos lá? 


Huggies Turma da Mônica Supreme Care - Soft Touch: Gostei para usar durante o dia. Tem boa absorção, a fita adesiva não machuca o bebê, e o elástico na parte de trás não deixa o "reguinho" à mostra (risos)! Além disso, tem nas cores rosa e azul! Uma fofura! Fotos: Ingrid Dragone

Pampers Supersec (pacote vermelho): Tem boa absorção para o período diurno, é linda, mas pode machucar o bebê por causa do material com que é confeccionada a fita adesiva. 

Pampers Total Confort (pacote verde): Ótima absorção, inclusive para a noite de sono (aguenta 12 horas de xixi), e a fita adesiva não machuca o bebê. Detalhe importante! Pode eventualmente provocar vazamentos... se sair do lugar...

Huggies Turma da Mônica Tripla Proteção (pacote azul): Boa absorção para o período diurno, mas a fita adesiva pode machucar o bebê.

Pampers Pants: Sou apaixonada por ela!!! Perfeita para usar à noite! Fica no lugar certinho, independente da roupinha que o bebê esteja usando, é super confortável e linda demais! Aguenta 12 horas de sono sem vazamentos! Não indico para o uso diurno, porque ela é aberta sendo rasgada nas laterais, o que pode não ser muito prático na correria do dia a dia.

Aqui estão mais algumas dicas legais:

1. Mesmo que a indicação do fabricante seja de tamanhos iguais, os modelos da Turma da Mônica são menores que os da Pampers. Se você tiver das duas, use primeiro as fraldas da Mônica. Para se ter uma ideia, na mesma fase, minha filha chegou a usar M da Mônica e P da Pampers. 

2. Se você tem receio dos vazamentos, principalmente à noite, vista um body no bebê. Esse tipo de roupinha ajuda a "segurar" a fraldinha no lugar.

3. O bebê fez cocô? Lave o bumbum com sabonete adequado para pele delicada (gosto muito do sabonete líquido glicerinado da Granado) e em água corrente. Se o bebê não achar ruim e a água não estiver gelada (fria pode!), aproveite a torneira do banheiro mesmo! Comentei sobre isso com alguns pediatras e eles acham ótimo! Minha bebê, por exemplo, nunca chorou! E olha que ela entrou nesse esquema antes de completar 3 meses! No início, usava água morna, na garrafinha térmica, mas confesso que me livrar disso foi muito bom! Ah! Nunca esqueça de usar creme preventivo de assaduras. Gosto do Bepantol Baby. 

4. Use lenços umedecidos somente quando estiver na rua. Sem dúvida eles são mais práticos, mas acabam deixando resíduos de substâncias químicas na pele da criança. 

5. Muitos vazamentos ocorrem porque a fraldinha está pequena ou grande, muito cheia ou não foi bem vestida.Verifique se a fita adesiva está bem colada, se a fralda está centralizada no bumbum e se os elásticos estão certinhos nas coxinhas do bebê. 

6. Quando o bebê fica mais espertinho, pode começar a abrir a fraldinha, causando alguns "prejuízos" para você, como um bercinho sujo de cocô. Fique atenta a isso e use body e/ou fofoquinha e shortinho para dificultar a arte do pequeno!


Quer ler mais sobre fraldinhas? Clique AQUI


Instagram: @blog.essamae

Comentários

  1. já experimentou os produtos da parents choice (vende no bompreço) - fraldas e lenços perfeitos!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Que bom ter a sua participação! Volte sempre!

Postagens mais visitadas deste blog

Dezesseis dicas para ajudar o bebê a dormir melhor

Uma das coisas que deixam qualquer mãe muito cansada (e até estressada) é o sono intranquilo ou irregular do bebê. Na verdade, é impossível criar uma receita infalível e adaptável a todos os casos, pensando em fazer a criança dormir melhor. Os bebezinhos, como nós, são pessoas (!), com suas dificuldades, manias, vontades e particularidades. Para tentar ajudar quem está passando por essa fase de noites mal dormidas, vou listar alguns truques simples, todos testados com minha filha e com bons resultados. Anote aí! Foto: Ingrid Dragone 1. No início, o bebê tende a trocar o dia pela noite. Assim, desde que ele nasce, é bom ensinar o que é dia e o que é noite. Durante o dia ele deve cochilar com a luz natural e acostumado com todos os sons da rotina da casa. Já à noite, defina um horário, escureça o quarto (pode ser parcialmente, se preferir) e diminua o volume. Fiz isso com minha filha, definindo o game over às 20h. Coincidentemente ou não, é o horário que ela dorme diariamente a

Campanha Lave as Mãos para Pegar no Bebê!

Atenção, mamãe! Não ligue se a sua visita (gente da família ou não) torcer o nariz por "precisar" lavar as mãos para pegar no seu bebê. Percebi que, especialmente, as pessoas mais velhas apresentam maior resistência a esse tipo de pedido, acham frescura. Passar álcool em gel depois da lavagem das mãos? Colocar uma fraldinha em cima da roupa para carregar o bebê? Piorou ainda... E qual o seu papel nessa hora? Ser firme e zelar pela saúde do seu filho!  Você sabia que existe o Dia Mundial da Higienização das Mãos? Pois é! Todo 05 de maio as campanhas se intensificam, lembrando que o simples ato de lavar as mãos previne doenças como infecção nos olhos,  infecção estomacal e respiratória, gripes, resfriados, diarreia, doenças de pele, dor de garganta, infecção no ouvido e erupções na pele. Segundo a UNICEF ( Fundo das Nações Unidas para a Infância) - instituição da ONU (Organização das Nações Unidas) -  e a OMS (Organização Mundial da Saúde), é possível reduzir em até 40%

Fotos do seu filho que você não deve postar nas redes sociais

Está rolando nesta semana uma brincadeira nas redes sociais chamada "Desafio da Maternidade". Trata-se de uma corrente em que as mães marcam outras dez grandes mães, assim por elas consideradas, em suas linhas do tempo do Facebook para que cada uma poste três fotos de momentos que foram marcantes para elas no quesito "ser mãe". O assunto gerou um pouco de polêmica e até há uma suspeita de que a tal corrente tenha sido criada por um grupo de pedófilos para a "coleção" de novas fotos de crianças e divulgação dessas imagens em sites "indevidos". Boato ou não, a questão é que cada mãe toma sua própria decisão sobre postar ou não as fotos dos seus filhos nas redes sociais. Bem, a ideia deste texto é apenas orientar as mamães sobre que tipos de fotos dos pequenos nunca postar.  Foto: Ingrid Dragone  1.  Não poste fotos do seu filho nu  - Não interessa se na imagem ele está tomando banho, trocando a fraldinha, ou experimentando uma roupa no