Pular para o conteúdo principal

Fraldas descartáveis x Fraldas de pano

Na semana passada, rolou uma conversa interessante no Facebook e fiquei empolgada para escrever a respeito. Minha prima, uma gravidinha super fofa, lançou uma pergunta na time line dela para saber a opinião de outras mães. Arquiteta e preocupada com a questão da sustentabilidade, ela queria saber se valeria a pena usar fraldas de pano "modernas". As opiniões ficaram divididas... 

Bem, vou listar aqui alguns aspectos considerados pelos "ajudantes" on line (estou no bolo!) da minha prima, para resumir o que eu penso: acho que ela deve se jogar nas fraldas descartáveis!!! 

1. No início, o bebê gasta de 8 a 10 fraldas por dia. Será que alguém aguenta lavar isso tudo? Mesmo mesclando o uso, parte de descartáveis e parte de pano, acho um trabalho fenomenal (e olha que, definitivamente, não sou uma mulher preguiçosa!).  

2. Mesmo que a mãe tenha uma ajudante, será que essa pessoa vai lavar como deve as fraldinhas? A falta de empenho na atividade prejudicaria a saúde do bebê... Máquina de lavar também não higieniza esse tipo de sujeira com perfeição. E mesmo que a máquina fosse uma opção, seria necessário tirar o excesso da caquinha na mão! Se a mãe volta a trabalhar fora, creio que o bebê fica em apuros... E se o nervoso tomar conta da babá atarefada e ela descontar na criança? Sou da teoria que ninguém trata nosso filho como a gente...

3. E a sustentabilidade? Onde fica? Muita água seria gasta para lavar tantas fraldas... E mais produtos químicos seriam também utilizados para as lavagens... Depois disso, ainda tem a tarefa de passar cada fralda... O gasto de energia elétrica também prejudica o meio ambiente.

4. Detalhe importante: algumas pessoas com opinião favorável ao uso das fraldas de pano ainda não tiveram filhos... Um bebê demanda taaaaantos cuidados... Se trocar fraldas descartáveis no início já dá trabalho, imagine usar as de pano? Além disso, no primeiro mês a mãe está exausta, especialmente aquela que amamenta (rola livre demanda também na madruga)!!! 

Foto: Ingrid Dragone

5. Algumas pessoas argumentaram que antigamente essas fraldas de pano foram bastante usadas, só que antigamente as descartáveis era muito mais caras e muitas mães tinham ajudantes fixas em casa. 

6. Acho que vale a pena usar as fraldas de pano se o bebê apresentar alergia às descartáveis. Ah! No caso de assaduras, acho que, em boa parte dos casos, o problema não está nas fraldas descartáveis em si, mas na limpeza inadequada das partes íntimas da criança. Eu, por exemplo, lavo (desde cedo) o bumbum da minha bebê em água corrente. Ela está com 9 meses e nunca teve assaduras. 

7. O uso das fraldas de pano representaria uma boa economia ($), bastaria ter umas 15 ou 20 delas, mas também representaria muita coragem... Além disso, será que sobra tempo? Particularmente, escolho a praticidade...

Claro que cada mãe tem a sua experiência. Os métodos são individuais. Cada mamãe faz o que considera melhor. Só acho que existe o mundo ideal e o mundo real... Opinião de Essa Mãe aqui, ok? Defensores da natureza, por favor, não me odeiem (risos)! Boa sorte para a mamãe que decidir pelo uso das fraldas de pano! Gostaria até de ouvir relatos sobre o assunto!



Instagram: @blog.essamae

Comentários

  1. Ola. Conheci seu blog hj e estou devorando tds as publicacoes: parabén! Bom, vou dar minha opiniao sobre o uso de fraldas de pano.
    Moro na Guiana Frances (que é um departamento ultramarino da Franca, entao as leis francesas e europeiassao aplicadas aqui).
    Com meu primeiro filho, usei fraldas descartaveis e nao tive problemas com alergia ou irritacao.
    Para meu segundo filho resolvi usar as fraldas de pano, por tres razoe: questao ambiental (mas nao foi o motivo mais forte hihih), economia financeira e principalmente a saude dos espermatozoides do meu filhote. Sim. Vi um estudo que falava sobre a intima relacaoe entre o uso das fraldas descartaveis e o aumento da infertilidade masculina ��
    Paguei 600 euros (2.400 reai) por um Pack. Sao 24 fraldas de pano feitas com algodao organico, seis calcas plasticas, 24 paninhos de reforco pra colocar na fralda de noite, 6 paninhos pra usar de noite como ultima camada da fralda, afim de deixar uma sensacao de bumbum sequinho para o bb, 24 lencinhos para limpar o bb (no lugar dos lencinhos umedecidos descartavei), um balde com tampa, um sabao liquido para bb ecologico, dois oleos essenciais para usar como desinfetante e dois rolos de um papel feito de fibras de bambu ecologico (vou explicar como se usa ). É mt coisa rs.
    Ha uma ajuda financeira do Estado para se comprar esse kit, que custaria o dobro se comprado sem essa ajuda. Cada mae tem o direito de comprar um kit com a ajuda do Estado. Se quiser comprar mais tem q pagar por conta propria.
    O q o Estado quer é propor medidas ecologicas e saudaveis para essa nova geracao ;-)
    Bem. Vamos a parte pratica: o uso no dia a dia.
    Vc poe uma fralda forrada com o papel de fibras de bambu no bb com sua calca plastica. Qd o neném faz coco, é so retirar esse papel e joga -lo diretamente no vaso sanitario. Vc nao precisa ficar limpando coco na frald: joga o papelzinho no vaso (ele é biodegradave)e pronto. A fralda suja vc coloca dentro do balde, que deve ser enchido com agua, umas gotas de sabao e umas gotas da essencia desinfetante. Cada vez q a fralda se molha com o xixi (a cada 2 ou 3 horas), vc vai juntando-as no balde. Qd houver umas 8 ou 10 é so lavar. (viva a maquina de lava!) E nao se gasta tanta agua e sabao, ja q vc pode aproveitar pra lavar as roupinhas do bb junto ;-)
    para a noite, a gente coloca um paninho de reforco na fralda mais um paninho que deixa a pele do bb sequinha. Da pra aguentar a noite toda sem vaza! E nada de bumbum irritado no dia seguinte����
    Qd o bb comeca a introducao alimentar, ja nao é preciso a Folha de bamb: o coco fica durinho e é so joga -lo no vazo _ nao gruda na fralda. Poe-se a fralda no balde e é o msm ritua: qd acumular mt é so lavar.
    O ideal é deixar secar no sol, mas vc pode usar secadora se preferir.
    Pode parecer complicado, mas é so uma questao de organizacao.
    Aqui em casa bb esta com 8 meses e eu amoooo essas fraldas. A cada dois dias ponho as fraldas pra lavar durante a madrugada (aqui a eletricidade é 50% mais barata de madrugad) e de manha estendo antes de ir trabalhar. Qd volto de tardinha é so recolhe-las no varal: e nao é necessario passa!!!����

    Bom, esse é o meu relato. Sei q no Brasil a realidade é um pouco diferente, mas espero convencer alguma mae hehehe.
    Ah, qt à economia ���� o calculo é mt facil de se fazer. Ola. Conheci seu blog hj e estou devorando tds as publicacoes: parabén! Bom, vou dar minha opiniao sobre o uso de fraldas de pano.
    Moro na Guiana Frances (que é um departamento ultramarino da Franca, entao as leis francesas e europeiassao aplicadas aqui).
    Com meu primeiro filho, usei fraldas descartaveis e nao tive problemas com alergia ou irritacao.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que interessante!!! Por isso que sempre digo que esse blog é pra gente trocar figurinhas! Obrigada pela contribuição, Sherlita! E fico feliz que esteja gostando das publicações! Vou adorar ter sua participação sempre! bj!

      Excluir
  2. Ups meu comentário era mt grande, não sei se foi inteiro 😊

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Que bom ter a sua participação! Volte sempre!

Postagens mais visitadas deste blog

Dezesseis dicas para ajudar o bebê a dormir melhor

Uma das coisas que deixam qualquer mãe muito cansada (e até estressada) é o sono intranquilo ou irregular do bebê. Na verdade, é impossível criar uma receita infalível e adaptável a todos os casos, pensando em fazer a criança dormir melhor. Os bebezinhos, como nós, são pessoas (!), com suas dificuldades, manias, vontades e particularidades. Para tentar ajudar quem está passando por essa fase de noites mal dormidas, vou listar alguns truques simples, todos testados com minha filha e com bons resultados. Anote aí!

1. No início, o bebê tende a trocar o dia pela noite. Assim, desde que ele nasce, é bom ensinar o que é dia e o que é noite. Durante o dia ele deve cochilar com a luz natural e acostumado com todos os sons da rotina da casa. Já à noite, defina um horário, escureça o quarto (pode ser parcialmente, se preferir) e diminua o volume. Fiz isso com minha filha, definindo o game over às 20h. Coincidentemente ou não, é o horário que ela dorme diariamente até hoje (ela tem 10 meses).
2. O…

Campanha Lave as Mãos para Pegar no Bebê!

Atenção, mamãe! Não ligue se a sua visita (gente da família ou não) torcer o nariz por "precisar" lavar as mãos para pegar no seu bebê. Percebi que, especialmente, as pessoas mais velhas apresentam maior resistência a esse tipo de pedido, acham frescura. Passar álcool em gel depois da lavagem das mãos? Colocar uma fraldinha em cima da roupa para carregar o bebê? Piorou ainda... E qual o seu papel nessa hora? Ser firme e zelar pela saúde do seu filho! 
Você sabia que existe o Dia Mundial da Higienização das Mãos? Pois é! Todo 05 de maio as campanhas se intensificam, lembrando que o simples ato de lavar as mãos previne doenças como infecção nos olhos, infecção estomacal e respiratória, gripes, resfriados, diarreia, doenças de pele, dor de garganta, infecção no ouvido e erupções na pele. Segundo a UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância) - instituição da ONU (Organização das Nações Unidas) - e a OMS (Organização Mundial da Saúde), é possível reduzir em até 40% a incidênc…

Fotos do seu filho que você não deve postar nas redes sociais

Está rolando nesta semana uma brincadeira nas redes sociais chamada "Desafio da Maternidade". Trata-se de uma corrente em que as mães marcam outras dez grandes mães, assim por elas consideradas, em suas linhas do tempo do Facebook para que cada uma poste três fotos de momentos que foram marcantes para elas no quesito "ser mãe". O assunto gerou um pouco de polêmica e até há uma suspeita de que a tal corrente tenha sido criada por um grupo de pedófilos para a "coleção" de novas fotos de crianças e divulgação dessas imagens em sites "indevidos". Boato ou não, a questão é que cada mãe toma sua própria decisão sobre postar ou não as fotos dos seus filhos nas redes sociais. Bem, a ideia deste texto é apenas orientar as mamães sobre que tipos de fotos dos pequenos nunca postar. 


1. Não poste fotos do seu filho nu - Não interessa se na imagem ele está tomando banho, trocando a fraldinha, ou experimentando uma roupa nova. Os pedófilos gostam de procurar f…