dia a dia

Sapatinhos de festa e quatro pensamentos sobre mudanças na sociedade

14:39

Outro dia fui comprar um sapatinho de festa para minha filha e tive dificuldade para achar o modelo que eu queria e a numeração dela. A moça da loja me explicou que de alguns anos para cá esses sapatos têm saído muito rápido, porque os pais estão levando cada vez mais os bebês para eventos sociais. Essa conversa despertou em mim a vontade de avaliar as razões ligadas à afirmação da vendedora...

Primeiro pensamento - Será que os pais da nova geração estão mais desencanados? Se antes havia a preocupação de não expor as crianças aos “perigos” da noite, agora é legal a pirralhada desfilar seus looks em casamentos, aniversários, jantares e formaturas. Os novos pais estão menos conscientes ou mais relaxados?

Segundo pensamento - Com a crise econômica, muita gente não tem mais condição de ter uma ajudante fixa em casa ou babá. As novas regras de contratação dessas funcionárias, inclusive, estão eliminando as horas extras de trabalho. Assim, os pais não podem deixar o menino dormindo para aproveitar a noite.

Terceiro pensamento – Estamos acompanhando também na atualidade o surgimento da “vovó gatinha” ou “vovó moderna”. Ela também quer curtir a balada e muitas vezes se nega a ficar com os netinhos. Sem opção, os pais carregam seus pirralhos para onde vão.

Quarto pensamento – Hoje também tem a titia, a madrinha ou cunhada que trabalha fora e está moída à noite, sem condições de ficar com o pirralhinho alheio. Ela cai de sono no sofá (até sem querer)! Precisa se acabar para ganhar um salário decente no final do mês. E aí? Como é que a gente pede um help pra ela? Seria muita falta de compreensão, de sensibilidade, de vergonha na cara?

Foto: Ingrid Dragone

Acho que a afirmação da moça da loja tem a ver, no fim das contas, com isso tudo aí que eu pensei. São as mudanças econômicas, sociais e culturais interferindo na nossa forma de criar os filhos.

Bem, acabei entrando nas estatísticas da mãe que pra sair à noite leva o bebê ou deixa de ir para o evento e fica no “lar doce lar” assistindo filme e esperando o delivery. E o que tem de mau nisso? Nada contra um programinha caseiro, simples e gostoso.


Instagram: @blog.essamae


You Might Also Like

0 comentários

Que bom ter a sua participação! Volte sempre!

Like us on Facebook