Pular para o conteúdo principal

Marina Novaes fala das novidades do mercado de casamentos para daminhas e pajens

Sabe todas aquelas dúvidas que você tem sobre os preparativos da cerimônia de casamento? A wedding blogger Marina Novaes responde! A baiana tem uma legião de seguidores e é referência nacional no segmento. Conheço a moça da empresa em que trabalhávamos e acompanhei o processo de crescimento dela nessa área de eventos, desde os preparativos do casamento dela até ela se tornar uma das mais requisitadas blogueiras de casamento da atualidade.Trago pra você hoje uma entrevista com Marina sobre as novidades do mercado para a participação dos pequenos nos cortejos de casamentos! Se você é mamãe de daminha ou pajem, ou conhece alguém que vai subir ao altar, fique ligada nas dicas!

Foto: Guilherme Kahuna

A partir de que idade já é possível uma criança ser daminha ou pajem? 
O ideal é que ela já esteja andando e aí também depende um pouco do desenvolvimento da criança. Hoje em dia tem o recurso de colocar a criança dentro de um carrinho, até bebê pode entrar assim, e uma pessoa mais velha vai levando.

Quanto às roupinhas para essas ocasiões, o que existe de mais moderno no mercado, em termos de modelos, tecidos, penteados...
Para meninos, o que está em alta, no caso de casamentos durante o dia, é suspensório e gravata borboleta. Para casamentos à noite, eles usam meio fraque. Para daminhas, vestidos longos, com saia de tule, modelos mais leves e frescos, e os penteados. Particularmente, prefiro os vestidos longos, não gosto dos que batem no meio da canela. As coroas de flores não estão sendo mais tão usadas.

Quando é necessário fazer em salão o penteado da daminha, qual deve ser a orientação? Existem profissionais especializados nesse público?
Não existe um profissional específico para atender daminhas. Normalmente a noiva combina com um profissional da área, o mesmo que vai cuidar dela ou um profissional de algum salão, e orienta que tipo de penteado ela quer. Normalmente a noiva escolhe como vai ser o penteado das daminhas. 

E se a mãe da criança achar que o penteado escolhido não fica bem no cabelo da filha?
Para resolver essa questão, a mãe pode explicar para a noiva, e aí só conversando mesmo, buscando um meio termo.

No caso de arranjos de flores naturais para os cabelos, o que as mamães podem fazer para que fiquem "inteiros" por mais tempo antes de a criança usar?
Geralmente eles vão direto da decoradora para a assessoria do casamento. Os arranjos ficam na mão da cerimonialista e são colocados na hora em que está sendo arrumado o cortejo. 

Atualmente vemos crianças entrando nos cortejos com bonecos, plaquinhas divertidas, balões... O que é tendência agora?
Por um tempo era tendência usar os buquês de marshmallow e de jujubas. Agora estão em alta as plaquinhas com dizeres do tipo “lá vem o seu chuchu” ou “lá vem o amor da sua vida”, para a anunciar a entrada da noiva. Também está em alta o uso de bonecas e bichinhos de pelúcia. No meu casamento, por exemplo, a minha daminha pequena entrou com um casal de coelhinhos de pelúcia vestidos de noivos.

Quais estratégias a mãe pode usar para a criança entrar direitinho no cortejo? É interessante ensaiar antes?
O legal é primeiro ter uma conversa com a criança, para ela se sentir confortável, porque muita gente vai estar olhando, tirando foto, e às vezes ela fica tímida. A segunda dica é um dos pais liberar a criança no cortejo e o outro ficar na frente escondido, fazendo sinal para que ela ande até lá, para perto dele. Quando ela abrir o cortejo, precisa ver lá no altar alguém com quem realmente tenha intimidade. E é interessante ensaiar para a criança se acostumar com essa questão de entrar com muita gente olhando. A mãe pode, inclusive, além de ensaiar em casa, levar a criança numa igreja antes. 

Como o cerimonialista pode ajudar nessa hora?
Geralmente ela conversa um pouco antes, faz algumas brincadeiras para deixar a criança mais à vontade, mas é fundamental a presença de um rosto familiar para onde ela vai se dirigir.

Quais mimos ou presentes os noivos têm dado as crianças convidadas para participar do cortejo?
Os noivos geralmente dão bonecas para as daminhas ou uma caixa com doces. Os meninos ganham uma gravata borboleta personalizada com o nome deles ou kits de colorir, com livrinhos e lápis de cor.

Dentro da estrutura física da festa, o que os noivos podem oferecer para facilitar a vida dos pais com crianças pequenas?
É interessante os noivos colocarem um espaço kids, mesas menores com papéis para desenho, livrinhos de colorir, e alguns doces próprios para crianças, porque muitas vezes elas não gostam dos doces mais elaborados, feitos para os adultos. Além disso, a noiva coloca no banheiro aqueles kits de primeiros socorros, com absorvente, desodorante, e se ela sabe que vai ter muita criança no casamento, pode acrescentar um kit estilo fraldário também. 

Existe uma maneira "formal" de fazer o convite aos pais para que a criança participe do cortejo, assim como existe o convite para os padrinhos?
Os noivos podem entregar um presente para convidar. E é muito bom nessa hora conversar sobre quem vai arcar com os custos de salão e de roupa para a daminha ou pajem, os pais ou os noivos, porque isso é negociável, não existe uma regra. 

Existe também uma forma carinhosa de agradecer pela participação dos pequenos?
Geralmente essa forma de agradecer já é com aqueles presentes que os noivos dão quando convidam. Alguns noivos dão quando vão convidar e outros dão depois. No meu caso, no dia do casamento eles receberam almofadas escrito “super pajem”, com o nome de cada um, e o brasão do casamento.

E a reação dos pais sobre esses custos? 
No meu casamento, por exemplo, os pais com mais condições arcaram com os custos e eu arquei com outros. Também a gente normalmente convida para o cortejo as pessoas com quem a gente tem mais intimidade e conhece um pouco mais a situação financeira. Lógico que se os noivos puderem pagar tudo é melhor, mas a gente sabe que às vezes o orçamento deles está muito apertado.

Quando a criança vai participar do cortejo de casamento, muitas vezes os avós e as titias querem presenciar esse momento. Como os noivos podem fazer para evitar esses "convidados extra"?
Convidados a mais não são bem-vindos. No máximo, eles podem ver a cerimônia e depois sair, mesmo assim é uma situação muito delicada. Os noivos precisam especificar: vão os pais e a criança. Depois dá pra ver em foto e filme. Acho, inclusive, muito deselegante, os pais das daminhas e pajens pedirem à noiva que os avós e tios estejam no casamento. Fica uma situação constrangedora para a noiva, porque é muito difícil montar uma lista e casamento. 

Comentários

  1. Adoreii essa entrevista me ajudou bastante... Casamento na porta e muita coisa ainda pra resolver. Adoro a Marina. Ótimas dicas!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Que bom ter a sua participação! Volte sempre!

Postagens mais visitadas deste blog

Dezesseis dicas para ajudar o bebê a dormir melhor

Uma das coisas que deixam qualquer mãe muito cansada (e até estressada) é o sono intranquilo ou irregular do bebê. Na verdade, é impossível criar uma receita infalível e adaptável a todos os casos, pensando em fazer a criança dormir melhor. Os bebezinhos, como nós, são pessoas (!), com suas dificuldades, manias, vontades e particularidades. Para tentar ajudar quem está passando por essa fase de noites mal dormidas, vou listar alguns truques simples, todos testados com minha filha e com bons resultados. Anote aí!

1. No início, o bebê tende a trocar o dia pela noite. Assim, desde que ele nasce, é bom ensinar o que é dia e o que é noite. Durante o dia ele deve cochilar com a luz natural e acostumado com todos os sons da rotina da casa. Já à noite, defina um horário, escureça o quarto (pode ser parcialmente, se preferir) e diminua o volume. Fiz isso com minha filha, definindo o game over às 20h. Coincidentemente ou não, é o horário que ela dorme diariamente até hoje (ela tem 10 meses).
2. O…

Campanha Lave as Mãos para Pegar no Bebê!

Atenção, mamãe! Não ligue se a sua visita (gente da família ou não) torcer o nariz por "precisar" lavar as mãos para pegar no seu bebê. Percebi que, especialmente, as pessoas mais velhas apresentam maior resistência a esse tipo de pedido, acham frescura. Passar álcool em gel depois da lavagem das mãos? Colocar uma fraldinha em cima da roupa para carregar o bebê? Piorou ainda... E qual o seu papel nessa hora? Ser firme e zelar pela saúde do seu filho! 
Você sabia que existe o Dia Mundial da Higienização das Mãos? Pois é! Todo 05 de maio as campanhas se intensificam, lembrando que o simples ato de lavar as mãos previne doenças como infecção nos olhos, infecção estomacal e respiratória, gripes, resfriados, diarreia, doenças de pele, dor de garganta, infecção no ouvido e erupções na pele. Segundo a UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância) - instituição da ONU (Organização das Nações Unidas) - e a OMS (Organização Mundial da Saúde), é possível reduzir em até 40% a incidênc…

Fotos do seu filho que você não deve postar nas redes sociais

Está rolando nesta semana uma brincadeira nas redes sociais chamada "Desafio da Maternidade". Trata-se de uma corrente em que as mães marcam outras dez grandes mães, assim por elas consideradas, em suas linhas do tempo do Facebook para que cada uma poste três fotos de momentos que foram marcantes para elas no quesito "ser mãe". O assunto gerou um pouco de polêmica e até há uma suspeita de que a tal corrente tenha sido criada por um grupo de pedófilos para a "coleção" de novas fotos de crianças e divulgação dessas imagens em sites "indevidos". Boato ou não, a questão é que cada mãe toma sua própria decisão sobre postar ou não as fotos dos seus filhos nas redes sociais. Bem, a ideia deste texto é apenas orientar as mamães sobre que tipos de fotos dos pequenos nunca postar. 


1. Não poste fotos do seu filho nu - Não interessa se na imagem ele está tomando banho, trocando a fraldinha, ou experimentando uma roupa nova. Os pedófilos gostam de procurar f…