Pular para o conteúdo principal

Blog Essa Mãe completa 1 ano!!!

Estou especialmente feliz! Em maio, o Blog Essa Mãe está completando 1 ano de existência! Cada conquista, cada incentivo, cada projeto, tudo isso é motivo de celebração. Amo falar sobre maternidade/maternagem, unindo sempre a minha formação em Jornalismo e Letras e minha experiência como mãe (agora também à espera de um príncipe!).  Aproveito a oportunidade para contar a você um pouco da história desta página, criada com tanto carinho para ajudar, de alguma forma, as mamães e gravidinhas!

Um blog para que mamães apaixonadas troquem figurinhas! 

Como surgiu o blog -  O blog Essa Mãe surgiu em maio de 2015 para dar vazão às novas inspirações que eu passei a ter após o nascimento da minha filha, hoje com 1 ano de 4 meses. O desejo de escrever sobre o sentimento materno ganhou ainda mais força com o incentivo das amigas (grávidas e até já mães) com as quais eu dividia as minhas experiências como uma mãe de primeira viagem "bem informada".

Foi assim, meio sem pretensão, que o blog Essa Mãe começou a conquistar o público feminino ávido por dicas e informações relacionadas ao universo (paralelo e complexo) das grávidas e mães. O conteúdo postado no blog é resultado do meu dia a dia, o que transmite naturalmente o conceito de uma página feita por uma mãe real, próxima das leitoras. Como num bate-papo informal entre amigas, indico produtos, serviços e converso sobre a rotina materna, incluindo sentimentos e reflexões, com poesia e bom humor. Além disso, o blog traz entrevistas e matérias com profissionais das mais diversas áreas, com informações técnicas sobre criação de filhos e os cuidados com eles.

Quem sou eu - Sou jornalista, formada também em Letras, e especialista em comunicação mercadológica. O blog Essa Mãe veio coroar os meus 10 anos de jornalismo, rendendo ainda a atividade de colunista de maternidade do portal de notícias e entretenimento iBahia (veículo de comunicação integrante da Rede Bahia, emissora afiliada à Rede Globo) e da Revista Paralela.

Curiosa, sensível, inquieta e amante da criatividade, reuni em meu blog algumas das mais marcantes características da minha personalidade: a paixão pela escrita e pela fotografia, a mania de dar dicas, e o desejo de experimentar e pesquisar novidades. Mãe de primeira viagem, com todas as dúvidas e conflitos próprios dessa condição, demonstro em meu blog que não sou PHD em maternidade, mas que a busca por informações, mesmo bem antes de engravidar, me deixou (e me deixa) mais segura e preparada para a missão de mãe. Pedi demissão para cuidar da minha filha (não me arrependo) e mergulhei profundamente nesse universo, descobrindo habilidades e vocações traduzidas com muito amor e verdade em meu blog, uma página criada para que mamães apaixonadas troquem figurinhas.


Foto: Daniel Vaz

O nome do blog - Essa Mãe é o apelido carinhoso que eu criei há muitos anos para a minha mãe. O nome peculiar e marcante também traduz o conceito do blog, que tem a intenção de mostrar que todas as mães, inclusive as de primeira viagem, têm algo a ensinar.


Abrangência de temas e assuntos:

Dicas de saúde, bem-estar, cuidados, decoração, lazer e moda;

Textos sobre o sentimento materno;

Reflexões sobre criação de filhos;

Entrevistas com profissionais de diversas áreas;

Inspirações;

Tudo para tornar mais feliz e prático o dia a dia das grávidas e mães.

Foto: Daniel Vaz

Alcance do blog (relacionamento com o segmento materno) - A variedade de temas abordados, a proximidade com o público alvo, a realização de eventos vinculados ao blog, o compromisso com a informação de qualidade, e o apoio a iniciativas e palestras voltadas para mães e gestantes vêm fortalecendo o relacionamento do blog com o segmento materno, incluindo empresas, comunidades da internet, profissionais de diversas áreas, campanhas, projetos, ações e eventos.

Participei do Primeiro Encontro das Mamães Antenadas - Mães de Salvador autoras de blogs e/ou instagrans sobre maternidade.

Ações e eventos Para estreitar ainda mais o relacionamento com o seu público alvo, o blog Essa Mãe tem realizado ações promocionais e encontros maternos, estes viabilizados em parceria com empresas que atendem o segmento materno, com o objetivo de levar informações relevantes para grávidas e mães.   

Palestrando sobre "A Loucura do Primeiro Mês" durante o primeiro encontro de gestantes promovido pelo blog.

Muito bom sentir essa proximidade com o meu público alvo!


Segundo encontro de gestantes promovido pelo blog.

O público e os parceiros do segundo encontro de gestantes.

Encontro com inscrições abertas!



Apoio à campanha de doação de sangue promovida pelo grupo Mamães Antenadas em parceria com a Hemoba.


Essa Mãe na Mídia 

Entrevista concedida para a Tv Record sobre a vida de mamãe blogueira.

Sou colunista de maternidade do portal desde setembro de 2015.


Os artigos do blog são divulgados, na íntegra, no portal iBahia.

Colunista da Revista Paralela desde dezembro de 2015. Foto: Daniel Vaz

Nota sobre lançamento do blog na Tribuna da Bahia.

Nota sobre lançamento do blog no portal Mais Bahia.


Repercussão dos artigos em outros veículos de comunicação da Rede Bahia.


Campanhas de empresas no último Dia das Mães

Peça divulgada no Instagram.

Peça entregue aos clientes da loja através de mailing.  


Essa Mãe agradece


Agradeço de coração, a todos os seguidores, parceiros, amigos e familiares que curtem, compartilham, sugerem pautas, participam das ações e eventos ligados ao Blog Essa Mãe, uma paixão em minha vida! Foto: Daniel Vaz


Instagram: @blog.essamae 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dezesseis dicas para ajudar o bebê a dormir melhor

Uma das coisas que deixam qualquer mãe muito cansada (e até estressada) é o sono intranquilo ou irregular do bebê. Na verdade, é impossível criar uma receita infalível e adaptável a todos os casos, pensando em fazer a criança dormir melhor. Os bebezinhos, como nós, são pessoas (!), com suas dificuldades, manias, vontades e particularidades. Para tentar ajudar quem está passando por essa fase de noites mal dormidas, vou listar alguns truques simples, todos testados com minha filha e com bons resultados. Anote aí! Foto: Ingrid Dragone 1. No início, o bebê tende a trocar o dia pela noite. Assim, desde que ele nasce, é bom ensinar o que é dia e o que é noite. Durante o dia ele deve cochilar com a luz natural e acostumado com todos os sons da rotina da casa. Já à noite, defina um horário, escureça o quarto (pode ser parcialmente, se preferir) e diminua o volume. Fiz isso com minha filha, definindo o game over às 20h. Coincidentemente ou não, é o horário que ela dorme diariamente a

Campanha Lave as Mãos para Pegar no Bebê!

Atenção, mamãe! Não ligue se a sua visita (gente da família ou não) torcer o nariz por "precisar" lavar as mãos para pegar no seu bebê. Percebi que, especialmente, as pessoas mais velhas apresentam maior resistência a esse tipo de pedido, acham frescura. Passar álcool em gel depois da lavagem das mãos? Colocar uma fraldinha em cima da roupa para carregar o bebê? Piorou ainda... E qual o seu papel nessa hora? Ser firme e zelar pela saúde do seu filho!  Você sabia que existe o Dia Mundial da Higienização das Mãos? Pois é! Todo 05 de maio as campanhas se intensificam, lembrando que o simples ato de lavar as mãos previne doenças como infecção nos olhos,  infecção estomacal e respiratória, gripes, resfriados, diarreia, doenças de pele, dor de garganta, infecção no ouvido e erupções na pele. Segundo a UNICEF ( Fundo das Nações Unidas para a Infância) - instituição da ONU (Organização das Nações Unidas) -  e a OMS (Organização Mundial da Saúde), é possível reduzir em até 40%

Fotos do seu filho que você não deve postar nas redes sociais

Está rolando nesta semana uma brincadeira nas redes sociais chamada "Desafio da Maternidade". Trata-se de uma corrente em que as mães marcam outras dez grandes mães, assim por elas consideradas, em suas linhas do tempo do Facebook para que cada uma poste três fotos de momentos que foram marcantes para elas no quesito "ser mãe". O assunto gerou um pouco de polêmica e até há uma suspeita de que a tal corrente tenha sido criada por um grupo de pedófilos para a "coleção" de novas fotos de crianças e divulgação dessas imagens em sites "indevidos". Boato ou não, a questão é que cada mãe toma sua própria decisão sobre postar ou não as fotos dos seus filhos nas redes sociais. Bem, a ideia deste texto é apenas orientar as mamães sobre que tipos de fotos dos pequenos nunca postar.  Foto: Ingrid Dragone  1.  Não poste fotos do seu filho nu  - Não interessa se na imagem ele está tomando banho, trocando a fraldinha, ou experimentando uma roupa no