Pular para o conteúdo principal

Essa Mãe fala sobre maternidade em bate-papo na Euzaria

Na noite da última quinta-feira (5 de maio), estive no Shopping Paralela para participar do bate-papo "Amador", com o tema "O melhor vem de dentro", promovido pela Euzaria. Fui convidada para falar de um assunto que eu simplesmente amo: maternidade!!! Foi uma delícia ficar rodeada de gente interessada no assunto e abordar tantos aspectos do lado "mãe", de forma descontraída, verdadeira e animada. O encontro foi linkado ao Dia das Mães, marcando o lançamento das duas lindas peças criadas pela marca exclusivamente para gestantes - grávida de sete meses, "modelei", no dia anterior, para a campanha #GestanteEuzaria!

Fotos: divulgação 

Sobre o que conversamos durante o encontro? Aqui está uma amostra (não lembro de tudo agora)! E tudo ligado a assuntos que já abordei aqui no blog.

Amamentação - É um lindo ato de amor, de doação, mas não deve se transformar numa cobrança, porque nem toda mulher consegue amamentar, por mais que haja a tentativa sincera. Leia mais: DIFICULDADE PARA AMAMENTAR NÃO DEVE SER UMA CULPA

Adoção - Antes de um ato de solidariedade, é uma decisão que traz amor e alegria para a vida de quem resolve adotar. Leia mais: UMA HISTÓRIA DE ADOÇÃO - POR QUE FAZER ESSA IMPORTANTE ESCOLHA?

Parto Humanizado - É aquele que respeita o desejo da mulher. O procedimento a ser adotado não pode violentar o sentimento dela. É preciso respeitar a decisão da mãe, o que vai deixá-la mais tranquila. Leia mais: MÃE DE CESÁREA É MÃE!

Instinto materno - Embora a criança não venha com manual de instrução, o instinto materno vem de fábrica, mesmo que se trate de mãe de primeira viagem. Leia mais: DIAGNÓSTICO MÉDICO X INSTINTO MATERNO


O bate-papo foi intermediado por Zé Pimenta, idealizador da marca Euzaria. 

Alimentação infantil - A correria do dia a dia e a busca pela constante praticidade tem levado muitos pais a oferecerem alimentos que não são saudáveis aos filhos, como suco de caixinha, por exemplo. Leia mais: ENSINANDO HÁBITOS SAUDÁVEIS DE ALIMENTAÇÃO ÀS CRIANÇAS

A mãe que deixa o trabalho convencional para cuidar dos filhos - Aproveitei esse momento para falar um pouco sobre como surgiu o blog. Relatei ainda que não me arrependo de ter deixado meu trabalho de carteira assinada para cuidar de perto da minha filha. Assim, acompanho suas fases, ofereço alimentação de qualidade, estimulo o desenvolvimento dela, ensino princípios... Leia mais: CINCO MOTIVOS PARA DEIXAR O TRABALHO CONVENCIONAL E CUIDAR DOS FILHOS

A importância da figura paterna - Entender a figura do pai como alguém que deve participar da criação dos filhos, dividindo as cargas com a mãe e se fazendo presente, para o bem, inclusive, dos pequenos. Leia mais: PAPAIS QUE CUIDAM


Foi uma delícia de encontro! 


Incentivo ao consumismo infantil - Os pais precisam ter discernimento para saber o que comprar para os filhos. O mercado, visando o lucro, está aí para "empurrar" brinquedos, roupas, lazer, e uma série de produtos que são apontados como "necessários". Leia mais: NECESSIDADES CONSUMISTAS CRIADAS PARA OS PEQUENOS

A importância do livre brincar - É preciso oferecer aos filhos tempo de brincadeira livre, com recursos simples, deixando de lado a "programação" de atividades e os aparatos tecnológicos. A espontaneidade e a criatividade são fundamentais para o desenvolvimento dos pequenos. Leia mais: A IMPORTÂNCIA DO LIVRE BRINCAR E DAS BRINCADEIRAS SIMPLES

Renúncia - Um dos maiores desafios para as mães é a renúncia, principalmente nos primeiros anos de vida da criança, quando ela ainda tem pouca autonomia. É necessário, então, que a mulher tenha uma rede de apoio e seja compreendida nos momentos mais difíceis da trajetória materna. COISAS QUE TALVEZ NUNCA TENHAM TE FALADO SOBRE SER MÃE


"Modelando" para a campanha de lançamento das peças da Euzaria para gestantes. 

Para saber mais sobre o lançamento das peças para gestantes e a contrapartida das vendas, acesse o post no blog da Euzaria aqui.


Blog da Euzaria


"Faz bem ser o bem de alguém"

Veja também:






Instagram: @blog.essamae 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dezesseis dicas para ajudar o bebê a dormir melhor

Uma das coisas que deixam qualquer mãe muito cansada (e até estressada) é o sono intranquilo ou irregular do bebê. Na verdade, é impossível criar uma receita infalível e adaptável a todos os casos, pensando em fazer a criança dormir melhor. Os bebezinhos, como nós, são pessoas (!), com suas dificuldades, manias, vontades e particularidades. Para tentar ajudar quem está passando por essa fase de noites mal dormidas, vou listar alguns truques simples, todos testados com minha filha e com bons resultados. Anote aí! Foto: Ingrid Dragone 1. No início, o bebê tende a trocar o dia pela noite. Assim, desde que ele nasce, é bom ensinar o que é dia e o que é noite. Durante o dia ele deve cochilar com a luz natural e acostumado com todos os sons da rotina da casa. Já à noite, defina um horário, escureça o quarto (pode ser parcialmente, se preferir) e diminua o volume. Fiz isso com minha filha, definindo o game over às 20h. Coincidentemente ou não, é o horário que ela dorme diariamente a

Campanha Lave as Mãos para Pegar no Bebê!

Atenção, mamãe! Não ligue se a sua visita (gente da família ou não) torcer o nariz por "precisar" lavar as mãos para pegar no seu bebê. Percebi que, especialmente, as pessoas mais velhas apresentam maior resistência a esse tipo de pedido, acham frescura. Passar álcool em gel depois da lavagem das mãos? Colocar uma fraldinha em cima da roupa para carregar o bebê? Piorou ainda... E qual o seu papel nessa hora? Ser firme e zelar pela saúde do seu filho!  Você sabia que existe o Dia Mundial da Higienização das Mãos? Pois é! Todo 05 de maio as campanhas se intensificam, lembrando que o simples ato de lavar as mãos previne doenças como infecção nos olhos,  infecção estomacal e respiratória, gripes, resfriados, diarreia, doenças de pele, dor de garganta, infecção no ouvido e erupções na pele. Segundo a UNICEF ( Fundo das Nações Unidas para a Infância) - instituição da ONU (Organização das Nações Unidas) -  e a OMS (Organização Mundial da Saúde), é possível reduzir em até 40%

Fotos do seu filho que você não deve postar nas redes sociais

Está rolando nesta semana uma brincadeira nas redes sociais chamada "Desafio da Maternidade". Trata-se de uma corrente em que as mães marcam outras dez grandes mães, assim por elas consideradas, em suas linhas do tempo do Facebook para que cada uma poste três fotos de momentos que foram marcantes para elas no quesito "ser mãe". O assunto gerou um pouco de polêmica e até há uma suspeita de que a tal corrente tenha sido criada por um grupo de pedófilos para a "coleção" de novas fotos de crianças e divulgação dessas imagens em sites "indevidos". Boato ou não, a questão é que cada mãe toma sua própria decisão sobre postar ou não as fotos dos seus filhos nas redes sociais. Bem, a ideia deste texto é apenas orientar as mamães sobre que tipos de fotos dos pequenos nunca postar.  Foto: Ingrid Dragone  1.  Não poste fotos do seu filho nu  - Não interessa se na imagem ele está tomando banho, trocando a fraldinha, ou experimentando uma roupa no