Dicas de mãe

Tirando a chupeta

10:16

Quem aí deu chupeta ao seu bebê levanta a mão! Falo sem constrangimento, não me arrependi. Sempre foi um recurso apenas para acalmar. Conversei com a dentista dos fraldinhas e ela me falou que desde que eu tirasse antes dos três anos, estava tudo bem, porque a arcada dentária não apresentaria problemas. Não estou incentivando ninguém a fazer o mesmo, ok? Cada mãe adota suas estratégias e procedimentos com os filhos #naomejulguem. Como os bebês têm o instinto da sucção, preferi dar a chupeta com receio de que chupassem o dedo - aí sim é um hábito muito difícil de eliminar. Aqui, a chupeta não atrapalhou a amamentação exclusiva nem causou qualquer prejuízo. De qualquer forma, é bom cada mamãe conversar com um profissional da área de saúde antes de oferecer ao filho. 

Consegui tirar a chupeta da minha princesa quando ela ainda estava com 1 ano e 10 meses! Ficou três noites sem, choramingou um pouco, mas logo esqueceu. No caso do gordelícia, fiquei sem saber como fazer. Tirei recentemente (2 anos e 6 meses), porque ele era realmente apegado, pedia durante o dia e à noite, enfim... Para resolver a questão, fiz um corte na chupeta, na parte que a criança coloca na boca. Olha aí a foto. Quando ele me pediu o "Bubu" eu mostrei e ele falou: "o Bubu quebrou". Daí em diante, toda vez que ele pedia, ele mesmo lembrava que estava "quebrado" e não pedia mais. Foi muito tranquilo! Até na rotina noturna, que era o meu maior desafio.  


A estratégia simples funcionou!

O legal foi que, sentindo falta da chupeta na hora de dormir, meu filho passou a pedir para pegar no sono agarradinho com o homem aranha de pelúcia que eu comprei para ele. Ótima substituição, hein? 

Essa é minha dica pra quem também está querendo tirar a chupeta do filho. Quem sabe funciona aí também! Se testarem, me contem como foi! 


Leia também:





You Might Also Like

0 comentários

Que bom ter a sua participação! Volte sempre!