Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2020

O Começo da Vida 2 - Lá fora

Se você assistiu e gostou do documentário "O começo da vida", provavelmente irá gostar do  documentário "O começo da vida 2 - lá fora".  O título disponível no Netflix não é exatamente uma continuação do primeiro, mas traz uma abordagem muito interessante sobre a importância do contato das crianças com a natureza. Destaquei aqui alguns argumentos importantes levantados pelo filme: ➡️ Na sociedade moderna, as pessoas não se reconhecem como parte da natureza.  ➡️ As construções, a poluição e a violência dos grandes centros urbanos têm impedido as crianças de experimentar uma infância saudável como a de outras gerações.  ➡️ Sem se compreenderem como parte da natureza, as pessoas não vão amá-la por completo e profundamente. Sem esse entendimento, podem defender a sua preservação, mas como um "objeto" à parte. ➡️ Os seres humanos estão cada vez mais deprimidos e doentes. Muito disso tem a ver com o fato de não se conectarem com a natureza. E fomos criados para

Para sermos mães melhores, precisamos ser pessoas melhores

Para sermos mães melhores, precisamos ser pessoas melhores. Hoje tenho consciência disso como nunca tive. Olho para mim, com honestidade, e percebo o quanto (de verdade) preciso me lapidar. São aspectos ligados à construção do meu padrão de comportamento, à minha história de vida, e o que aceito experimentar como rotina diária. Você já pensou nisso? Já mergulhou fundo em você? Já se questionou? Não adianta desejar ser uma ótima mãe, dispor de vários recursos e técnicas, e não se trabalhar. Todos temos debilidades, fragilidades e emoções que merecem atenção. Quanto mais estudo sobre parentalidade, mais encontro questões difíceis em mim. Se permanecemos em um estado de ignorância, digo, sem dirigir um olhar cuidadoso para quem somos ou sem entender como agimos, levamos a vida na superficialidade do “meter a mão na massa”. Assim, muita coisa passa despercebida e acabamos por repetir com os nossos filhos atitudes que nos machucaram em nossa infância, e isso ocorre inconscientemente. Al

Meu livro infantil sobre novas experiências na infância

Lançar livros é como ter filhos. Eles são "filhos de papel". A gente pensa em tê-los, vive a gestação com grande expectativa, cria amor por eles e quando eles nascem o nosso coração explode de alegria e a gente sente muito orgulho deles, quer mostrá-los para todo mundo! E como também acontece com os nossos filhos, amamos cada um do jeitinho que é, mas com a mesma intensidade.  Hoje estou imensamente feliz por anunciar o lançamento do meu terceiro livro infantil publicado por editoras. Agora é a vez do "A estreia dos pequeninos - histórias sobre começar, errar, acertar e tentar de novo" espalhar a sua mensagem por aí, falando aos corações dos pequeninos com muito amor, respeito, verdade e leveza!  Prefácio A vida é feita de experiências diárias muito diferentes e nem sempre estamos preparados para todas elas, para os novos desafios, sejam eles pequenos ou grandes. As crianças são muito sensíveis às novidades e às mudanças e, como os adultos, criam expectativas, sente

Um texto acolhedor para mamães autônomas / empreendedoras

Quando a gente se torna mãe, novas necessidades surgem para que seja possível manter a engrenagem da nossa vida funcionando. Também surgem novos e avassaladores sentimentos, além de uma nova maneira de ver as circunstâncias e os conceitos sociais e culturais. A gente se perde, se encontra, se reinventa.  Nesse mundo que se abre para nós, digo, a maternidade, optamos por empreender ou mesmo pelo trabalho autônomo e, infelizmente, somos julgadas e mal interpretadas por causa da nossa (difícil) decisão. Uma mulher que decide continuar trabalhando, mas perto das crias, ouve palavras como: ➡️Você vai acabar com sua carreira por causa do seu filho? Ele vai crescer e cuidar da vida dele! ➡️ Que beleza, hein? Trabalhando em casa! Ser desocupada deve ser legal! Dá tempo de descansar um bocado e de bater perna no shopping...  ➡️ Por que você decidiu não trabalhar mais? ➡️ Cuidado para não se arrepender! ➡️ Deve ser bem divertido trabalhar com redes sociais. O ruim é que você não faz mais nada, n